terça-feira, 30 de junho de 2015

CBF quer mais jogos pela manhã

  A Medida Provisória 671, a chamada MP do futebol, deve ser votada nesta quarta-feira, no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília. A proposta de refinanciamento das dívidas dos clubes encontra resistência entre as agremiações e até mesmo na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O secretário-geral da entidade, Walter Feldman, revelou alguns pontos que geram insatisfação. “Deve haver uma mudança grande, há vários destaques. Existe uma tendência de você fazer um parcelamento que atenda aos clubes. As contrapartidas de fair play financeiro e trabalhista dentro dos limites dos clubes podem atender. E eu diria que há um questionamento forte de não-intervenção do Estado. Nada que interfira naquilo que é decisão autônoma das entidades desportivas, CBF, federação e clubes”, afirmou após reunião da diretoria na sede da CBF. Outro assunto discutido foram os jogos do Campeonato Brasileiro às 11h aos domingos. De acordo com Feldman, o presidente Marco Polo Del Nero quer o máximo de partidas possível nesse horário. “A avaliação é que o resultado das 11h nos aproxima muito do público europeu. É algo que nós devemos avaliar não apenas pela quantidade de público, mas pelas características. Muito mais família, uma relação entre torcedores adversários muito mais tranquila e uma presença mais alegre no estádio, sem comprometer o domingo das famílias. O presidente determinou na reunião hoje que expandisse ao máximo o horário das 11h, mas já tendo claro que o verão pode ter que expandir limitadamente”, disse o cartola, que revelou que outros times, como Corinthians e Flamengo, já pediram para atuar ás 11h. Se o horário das 11h agrada Del Nero, o mesmo não pode ser dito sobre os duelos às 22h de quarta-feira. Segundo Feldman, o presidente da CBF gostaria de partidas mais cedo. “Essa é uma vontade do presidente Marco Polo. Ele pediu inclusive para a Globo avaliar como seria essa transição. A gente tem esperança de uma sinalização positiva já para 2016”, afirmou.
Fonte/MarcosLopes

América lidera ranking de cartões e aparece como mais indisciplinado da Série C




Alvirrubro tem média próximo de cinco cartões por jogo. Punições atrapalham escalação da equipe pelo técnico Roberto Fernandes. O América-RN tem se destacado durante a Série C do Campeonato Brasileiro por um título nada invejável: os alvirrubros ocupam o posto de equipe mais indisciplinada da competição após a disputa de cinco rodadas. Ao todo, 28 cartões já foram distribuídos a jogadores americanos na Terceirona, uma média de quase cinco advertências por jogo. Equipe americana é recordista de cartões na Terceirona (Foto: Wellington Rocha) .O time do técnico Roberto Fernandes lidera com folga o ranking das equipes com o maior número de cartões. O segundo entre os mais indisciplinados da competição é o Vila Nova-GO com 22 cartões, seis a menos que o time potiguar. Até a parada da competição para a realização da Copa América, o alvirrubro liderava a lista com 21 cartões. Destes, 18 eram amarelos e três vermelhos. No retorno à disputa, chama atenção o salto rubro no número de cartões recebidos que saiu de 21 para 28. Na vitória por 1 a 0 contra o time goiano, no sábado passado, pela quinta rodada da competição, sete jogadores foram punidos com cartões. Busatto, Cascata, Cleber, Zé Antônio e Max foram advertidos com o cartão amarelo. Já o atacante Adriano Pardal e o zagueiro Flávio Boaventura foram expulsos. O que chama atenção, é que o setor ofensivo do América é o principal responsável pelo alto número de cartões. Os atacantes Cascata, Adriano Pardal e Max somam três amarelos cada. Pardal ainda contabiliza dois vermelhos. O comandante rubro, por sua vez, também tem se destacado pelo mesmo motivo. Na partida de estreia contra o Águia do Marabá, no dia 17 de maio, o técnico foi expulso de campo e chegou a pegar quatro jogos de suspensão pelo STJD.
Fonte/NoAr

Zagueiro Thiago Potiguar consegue liberdade e vai responder em liberdade

 

    
O jogador Jonatas Thiago da Silva Lima conseguiu o relaxamento da prisão e será liberado do Centro de Detenção Provisório (CDP) do bairro Potengi, na zona Norte de Natal, na manhã desta quarta-feira. A decisão é da juíza Maria Nivalda Neco Torquato Lopes, da comarca de Nísia Floresta, que determinou a expedição de um alvará de soltura para o atleta.
Thiago Potiguar foi preso no dia 22 de marco , suspeito de ter participado de um assalto a uma residência na praia de Barreta, no litoral Sul do Rio Grande do Norte. O policial civil Ranulfo Alves foi uma das vítimas do assalto na casa de praia, ocorrido no dia 4 de fevereiro e revelou que Thiago foi reconhecido. Na oportunidade, os bandidos levaram armas, munições e outros pertences. Segundo o advogado do jogador, José Deliano Camilo, o jogador responderá o processo em liberdade e vai poder voltar a jogar futebol.
Fonte/G1/RN

Contegem regressiva

Contagem regressiva. Faltam treze dias para família alvirrubra comemorar cem anos do clube da Avenida Rodrigues Alves. Passaram pelo América zagueiros de alto nível. Considerado um dos maiores o saudoso Scala. No auge da carreira, conquistou com a equipe rubra o titulo de Campeão da Taça Almir de 1973, e o título de Campeão Estadual de 1974. O saudoso zagueiro faz parte do centenário. Quarta foto. Equipe que conquistou o título de Campeão da Taça Almir. Da esquerda para direita: em pé, Scala, Ivan, Nunes, Paúra, Mario Braga, Ubirajara, Emídio e Dr. Maeterlinck; agachados, Macarrão(massagista), Almir, Careca, Santa Cruz, Hélcio e Gilson Porto.
Fonte/RibamarCavalcante

Robinho decide não renovar e se despede mais uma vez do Santos


 
Modesto Roma Júnior mais uma vez chorou. Assim como quando anunciou que o Santos iria processar Neymar, o presidente ficou com a voz embargada ao revelar, em vídeo publicado em canal do clube no Youtube, que o dinheiro falou mais alto e que o atacante Robinho optou por não renovar o contrato que acaba nesta terça-feira. Na mesma gravação, o jogador disse que "não foi possível" renovar, garantiu estar "chateado", mas que quer voltar.
"Estivemos conversando com o Robinho hoje (terça) sobre a renovação de contrato, e, infelizmente, as condições que o Santos pode pagar ao Robinho são menores que as dos clubes do exterior. E que ele vai continuar a sua carreira atendendo os clubes de fora do Brasil. Desejamos ao Robinho, ídolo eterno do nosso clube, sucesso em sua carreira e torcendo para que seja feliz", disse Modesto Roma.
A voz do mandatário santista ficou embargada logo após ele dizer que Robinho é um "ídolo". Exatamente um mês atrás, Modesto Roma fez um pronunciamento para revelar que o Santos havia iniciado uma disputa jurídica contra Neymar. Na ocasião, segurou o choro também ao se referir ao atacante como um "ídolo".
Nos dois casos, o dinheiro aparece entre o ídolo e o clube. Robinho recebeu propostas mais vantajosas financeiramente e optou por deixar a Vila Belmiro mais uma vez. Ao que tudo indica, ele deve fechar com o Guangzhou Evergrande, da China. A equipe é treinada por Luiz Felipe Scolari e na segunda-feira anunciou a contratação de Paulinho.
"Infelizmente, não vai ser possível a renovação do meu contrato, mas o Santos vai estar sempre no meu coração. Agradeço também a diretoria pelo esforço que fez para que eu pudesse ficar, para a alegria de todos, mas, infelizmente, não foi possível. O Santos vai continuar grande como sempre foi, o Santos está acima de qualquer jogador. Eu saio chateado porque é a minha família, mas é vida que segue, o Santos vai continuar grande e vou procurar sendo feliz fazendo o que eu mais gosto que é jogando futebol. Obrigado, agradeço a todo mundo, continuo torcendo pelo Santos e espero que um dia eu possa voltar", disse Robinho no seu discurso de despedida.
Fonte/PortaldoHolanda

Sub-15 do ABC vence o América e conquista a II Copa RN

A equipe Sub-15 do Mais Querido é a grande campeã da II Copa RN de Futebol Sub-15. Jogando em Vera Cruz (RN), o ABC enfrentou na decisão da competição o seu rival, o América/RN, e venceu a partida por 1 a 0. O gol do título foi marcado por Madson. O treinador do Alvinegro, José Rafael, escalou o time campeão com: Mizael, Alan (Francisco), Leonardo, Gustavo e Lucas Pereira (Andersales), Ramon, Lucas Mesquita (Fernandinho) e Rickelmy (Marcos), João Ivis (Guilherme), Iarley (Pedro) e Madson (Carlos). Agora, depois da conquista, o time Sub-15 foca a atenção para a disputa do Campeonato de Futebol Sub-15 da Cidade da Esperança, competição em que o Clube do Povo é líder de seu grupo com dois jogos e duas vitórias.
Fonte/NovoJornal

Comemorações dos 100 anos do América começam sábado

 

   
Dentro de alguns dias, exatamente dia 14 de julho, o América Futebol Clube completará 100 de anos de história e as comemorações começarão no próximo sábado  na Arena das Dunas com a Festa do Campeão Centenário, prevista para começar às 14h com seis atrações locais. Outro evento já confirmado é o Mecão Night Run, corrida de rua noturna marcada para 17 de outubro.
O alvirrubro preparou um super evento que vai ter a capacidade para atender torcida americana. Uma festa que será está aberta ao público, basta trajar uma camisa vermelha, preferencialmente a do clube, que terá acesso gratuito à pista. O evento contará com as apresentações de grupos musicais como Cavaleiros do Forró, Guga, Forró da Ostentação, Dubê e Tá no Dom. O evento começará às 14h e se estenderá até às 22h com transmissão AO VIVO da partida contra o Fortaleza no telão central da festa.
- O América Futebol Clube é de Natal, é do Rio Grande do Norte. Por isso que justo seria organizar uma festa para o povo natalense, em especial a torcida alvirrubra, a maior deste estado. Serão oito horas de festa com muita música e, se Deus quiser, com a comemoração de mais uma vitória, já o Mecão joga contra o Fortaleza e transmitiremos o jogo – disse Alex Padang, vice-presidente de Marketing do clube.
Para o torcedor que não quiser aproveitar a festa na pista, estão sendo vendidos espaços no camarote ao preço de R$ 50,00 tendo, o sócio-torcedor, um desconto de 50%. As vendas acontecem na sede provisória do clube, localizada na Rua Miguel Barra, no bairro do Tirol e restam poucos ingressos.
Está confirmada, também, a primeira corrida de rua com organização de um clube de futebol do Rio Grande do Norte, a Mecão Night Run. A competição acontecerá no período noturno do dia 17 de Outubro e promete reunir os melhores competidores do nordeste. Serámum evento para toda a famílía e haverá premiação especial centenária para todos os corredores, cravado-os assim, seus nomes na história do América Futebol Clube e do futebol potiguar.
Fonte/Assesssoria Comunicação/América

Com gol de Chiclete, ABC derrota equipe do Globo em amistoso no Frasqueirão

 

O Alvinegro joga contra o Macaé/RJ, no próximo sábado (4), às 16h30, no estádio Frasqueirão.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
O elenco abecedista retornou aos treinamentos na tarde desta segunda-feira (29), dia do aniversário de 100 anos do clube, e deu início aos preparativos para o próximo compromisso no Campeonato Brasileiro da Série B. O Alvinegro joga contra o Macaé/RJ, no próximo sábado (4), às 16h30, no estádio Frasqueirão.
O grupo foi dividido para a realização da atividade. Os jogadores que atuaram por mais de um tempo no empate diante do Náutico/PE seguiram para o CTFIS-ABC, onde comandados pelo preparador físico Ranielle Ribeiro fizeram um treino regenerativo, apenas um alongamento e um trabalho para prevenção de lesões musculares.
O restante dos atletas participou de um jogo-treino no estádio Frasqueirão contra a equipe do Globo, que se prepara para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série D. Em um jogo equilibrado, o time natalense entrou no centenário com vitória e derrotou o time de Ceará-Mirim por 1 a 0. O gol do triunfo foi marcado por Chiclete.
O treinador, Gilmar Dal Pozzo, escalou o time com: Gilvan, Reginaldo, Luizão, Maurício e Jussandro, Jardel, Rafael Miranda, Erivélton e Chiclete, Bruno Luiz e Bismark (Mael).
Os jogadores foram liberados depois da movimentação e retornarão aos treinamentos nesta terça-feira (30), quando treinarão nos dois períodos.
Fonte: Visor Político

América começa trabalhar jogo com Fortaleza

 

   
Sábado o América enfrenta o Fortaleza na Arena Castelão,  e hoje o técnico Roberto Fernandes começa montar a equipe, com os desfalques de Flávio Boaventura, Adriano Pardal e Max.
Desfalques que vão obrigar o treinador a mudar a característica de jogar da equipe, que perde o melhor zagueiro e o único homem de referência no ataque .
Amanhã e quinta, treinos fechados no CT.
Fonte/MarcosLopes

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Presidente turco anuncia acerto com Ronaldinho

Os indícios de que Ronaldinho deve seguir sua trajetória no futebol turco ficaram ainda maiores. Após o meia divulgar em seu Instagram uma mensagem misteriosa a Umit Akbulut, seu agente no país, o presidente do Antalaya, Gultekin Cencer, anunciou ao canal TRT Spor nesta segunda-feira que há um acordo com R10:
- Chegamos a um acordo com Ronaldinho. Acho que em dois dias será oficializado. Além de Eto’o e Ronaldinho, vamos contratar mais um grande nome. Quando estiver fechado, vamos deixar o mundo pegando fogo - afirmou.
Além do meia e de Eto'o, o Antalaya estaria interessado na contratação de Affelay, holandês com passagem pelo Barcelona. Ronaldinho atuou na última temporada pelo Querétaro. Apesar de chegar como ídolo e ser vice-campeão mexicano, decidiu rescindir contrato por suas desvenças com o treinador, que não o escalou entre os titulares em algumas partidas.
Após sua saída da equipe mexicana, R10 passou a ficar na mira de Antalaya, Vasco e Fluminense. O presidente Cruz-Maltino, Eurico Miranda, chegou a anunciar que havia apresentado um projeto ao meia, e o negócio estava '90% certo'.
Fonte/TRTSpor

E o problema do Noguerão, como fica?

Já existe nos bastidores iniciativas mais definidas do que estamos publicando, em relação à situação do estádio Nogueirão, hoje administrado pela Prefeitura de Mossoró, que não abraçou junto às questões que levaram a Liga Desportiva Mossoroense a aceitar a proposta. Porém, pelo relato que ouvi na sexta-feira, algumas responsabilidades para a manutenção do estádio seguem com a Liga, e, por este motivo, ganha força a tese de reversão da municipalização. É possível inclusive que até o mês de agosto nesse sentido seja encaminhado, o que não será um bom negócio. A questão trabalhista até pode ser resolvida, mas promover a reforma que o estádio precisa, creio que hoje só com a mão da municipalidade. São situações que geram enormes preocupações para o futuro do futebol profissional em Mossoró que é dependente da existência do Nogueirão.
Fonte/SérgioOliveira

Programação redefinida no América

A comissão técnica alvirrubra redefiniu a programação da semana com destaque para o jogo contra o Fortaleza pelo Brasileirão da Série C sábado (4), às 20h, na Arena Castelão. ●SEGUNDA-FEIRA (29): DESCANSO ●TERÇA-FEIRA (30): 8h30 – Reapresentação no CT / 15h30 – Treino no CT ●QUARTA-FEIRA (1): Manhã: Descanso / 15h30 – Treino no CT ●QUINTA-FEIRA (2): 8h30 – Treino nao CT / Tarde: Descanso ●SEXTA-FEIRA (3): Viagem para Fortaleza-CE ●SÁBADO (4): 20h – Fortaleza x América – Arena Castelão – Campeonato Brasileiro .
Fonte/PedroNeto

A pedido da Conmebol, Seleção terá só duas sedes fixas nas Eliminatórias


 

Como norma da entidade, não será possível peregrinar pelo  

                          
Coletiva Dunga Miranda (FotoCleber Mendes/LANCE!Press)




Coletiva Dunga Miranda (FotoCleber Mendes/LANCE!Press) Como determinação da Conmebol, pode ser que Dunga não comande o Brasil em grandes cidades, como Porto Alegre (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press) O planejamento de viagens nacionais da Seleção Brasileira nas Eliminatórias para a Copa-2018 será diferente dos anteriores. É que, a pedido da Conmebol aos países sul-americanos, a CBF terá que apontar duas sedes fixas para disputar as partidas da fase de classificação do Mundial. Com isso, a equipe de Dunga não poderá peregrinar pelo país para fazer partidas oficiais nos próximos anos. A informação foi dada inicialmente pelo Terra e confirmada ao LANCE! por um membro da cúpula da entidade. Pela proximidade à Granja Comary, o Rio de Janeiro já desponta como um favorito natural. A cidade tem dois estádios capazes de receber jogos grandes: Maracanã e Engenhão. São Paulo, pela relação do presidente Marco Polo Del Nero com a cidade, é a outra candidata de imediato. O Allianz Parque recebeu amistoso recente contra o México e a Arena Corinthians foi palco da abertura da Copa do Mundo. A tabela das Eliminatórias só será revelada em 25 de julho, em evento da Fifa em São Petersburgo, na Rússia.
Fonte/Lancenet

Time dos EUA oficializa rescisão e Leo Moura tem futuro indefinido

 
A curta passagem de Leo Moura pelos Estados Unidos chegou ao fim nesta segunda-feir
Time dos EUA oficializa rescisão e Leo Moura tem futuro indefinido                                         
               
         
O Fort Lauderdale Strikers, clube com o qual o lateral havia assinado em fevereiro, anunciou sua rescisão contratual. O rompimento, no entanto, não põe fim à indefinição sobre o futuro do jogador, que virou protagonista de algumas polêmicas nas últimas semanas.
Insatisfeito com sua situação no time da Flórida, Leo Moura se aproximou de um acerto com o Vasco. O presidente do clube, Eurico Miranda, chegou a anunciar a contratação, mas diante da revolta dos torcedores do Flamengo, onde atuou por 10 anos, o jogador refugou e desistiu do acordo.
Foi a vez, então, do Coritiba aparecer no caminho. Leo Moura acertou as bases salariais e o tempo de contrato com o time paranaense. Quando esperava somente a rescisão de seu contrato com o Fort Lauderdale Strikers, a Fifa vetou o negócio, já que seu Regulamento de Transferências impede que um jogador atue por três clubes no mesmo ano.
Com isso, o destino de Leo Moura segue indefinido. A única certeza é que ele não fica no clube da Flórida, pelo qual foi titular em nove partidas da North American Soccer League (NASL, liga de menor expressão dos Estados Unidos), com dois gols e uma assistência. E apesar do desligamento do jogador, o Strikers fez questão de agradecê-lo.
"Agradecemos Leo pelo que fez pelo Strikers e seu carinho com o clube", disse o dirigente Ricardo Geromel. "Ele foi um verdadeiro profissional dentro e fora do campo e sua saída não é de forma alguma reflexo de como nos sentimos em relação a ele ou de seu relacionamento com o time. Ele expressou o desejo de voltar ao Brasil por razões familiares, e nós respeitamos sua decisão. Desejamos ao Leo e sua família o melhor".
Fonte/Estadão

Confiante, diretoria do Cruzeiro faz 'proposta imbatível' por Robinho


  • Fernando Bizerra Jr. / EFE
    Robinho é o sonho do Cruzeiro para o decorrer da atual temporada Robinho é o sonho do Cruzeiro para o decorrer da atual temporada


Fernando Bizerra Jr. / EFE Robinho é o sonho do Cruzeiro para o decorrer da atual temporada Robinho é o sonho do Cruzeiro para o decorrer da atual temporada O Cruzeiro está confiante na possibilidade de contratar Robinho para o decorrer da temporada. Minutos antes da partida contra o Coritiba, na tarde deste domingo, no estádio Couto Pereira, pela nona rodada do Brasileirão, o gerente de futebol Valdir Barbosa contou que a oferta do bicampeão nacional 'é imbatível' no país. Entretanto, o dirigente é temeroso no que diz respeito à concorrência com o exterior. Segundo o cartola, o Guangzhou Evergrande, da China, atual clube de Luiz Felipe Scolari, estaria interessado na contratação do craque. Este seria o único empecilho para um desfecho positivo. "É uma situação de difícil análise. O Robinho, por exemplo, a gente sabe que ele tem uma proposta do futebol chinês, especificamente do clube onde está o (Luiz) Felipe Scolari. Então, se os chineses aparecem de forma oficial e a gente sabe que essa semana vai ter uma definição, hoje é um país que não te permite competição em termos de dinheiro. Temos interesse e estamos aguardando os desfechos de propostas que foram feitas. Eu acho que, para o Brasil, aquilo que oferecemos é imbatível. Agora, para fora do Brasil, não há como competir", disse à Rádio Globo. O interesse do Cruzeiro na contratação de Robinho é antigo e se iniciou há duas temporadas. A primeira tentativa foi em julho de 2013. Contudo, o acordo não aconteceu e o clube anunciou a chegada de Júlio Baptista. Eliminado nesse sábado nas quartas de final da Copa América, o atacante retorna ao Brasil ainda neste fim de semana. O seu futuro deve ser definido nos próximos dias, já que o seu contrato com o Santos se encerra no fim do próximo mês. Robinho recebe R$ 500 mil mensais do Santos, enquanto na Itália tinha salário de cerca de R$ 1 milhão. O bicampeão brasileiro não pretende igualar o montante pago pelos europeus, mas promete se aproximar disso.
Fonte/Uol

Conmebol diminui punição de Gonzalo Jara por dedada para dois jogos

 

 

 

 

 

 

A Conmebol diminuiu a punição de Gonzalo Jara de três para dois jogos. Com isso, o jogador estaria liberado para jogar a estreia do Chile nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, em outubro, caso sua seleção chegue à final. A informação foi confirmada pela entidade no site da competição. Mesmo assim, o defensor não entra mais em campo na Copa América.
Além da suspensão de três partidas, Jara havia sido multado em US$ 7.500, que teriam que ser pagos para a entidade sul-americana, valor que também teria passado por uma redução: caiu para US$ 5 mil (pouco menos de R$ 16 mil).
Na partida entre Uruguai e Chile, Jara não foi expulso pelo árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci, após dar uma 'dedada' no atacante Cavani, que revidou de forma agressiva e foi expulso. Porém, depois do jogo, o chileno foi denunciado pelas imagens do jogo, que flagraram o atleta levando a mão a partes íntimas do adversário.
 
O zagueiro chileno foi punido por "conduta violenta ou agredir jogadores", como previsto no documento e como valeu para aplicação de parte da pena de Neymar.

Fonte/Uol

 

 

 

CBF voltará a usar laboratório da UFRJ para testes antidoping

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) voltará a fazer os testes antidoping no Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD/Ladetec), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Ilha do Fundão, zona norte do Rio. A informação é do presidente da Comissão Nacional de Controle de Dopagem da CBF, Fernando Solera. O médico explicou à Agência Brasil que a escolha do local onde são feitos os exames passa pelo aval da Federação Internacional de Futebol (Fifa) e pela diretoria da entidade brasileira. Como o laboratório é bem equipado, ele não tem dúvida de que os exames de atletas que participam de competições sob a responsabilidade da CBF serão novamente serão feitos no Brasil. Até o Ladetec ser descredenciado, em agosto de 2013, pela Agência Mundial Antidoping (World Anti-Doping Agency - Wada, na sigla em inglês), por falhas nos exames de controle de dopagem, era para lá que a CBF encaminhava as amostras. Com a suspensão, a entidade fechou contrato com laboratórios da Suíça, Colômbia e Estados Unidos. Segundo Fernando Solera, a CBF realiza, em média, 7 mil análises de diversas competições, entre elas os campeonatos regionais, Brasileiro, Sul-americano, Copa do Brasil e Taça Libertadores. “Uso três laboratórios, porque nenhum deles conseguiu fazer todas as minhas amostras”, informou. Para o médico, não é lógico romper contratos com os atuais laboratórios, que vão até janeiro. Adiantou, no entanto, que não há empecilho para que algumas amostras possam começar a ser encaminhadas ainda este ano para o Ladetec. De acordo com Solera, para não prejudicar a volta do funcionamento do laboratório nacional, o melhor é aumentar gradativamente o número de amostras encaminhadas. Ele explicou que, para o laboratório e para a CBF, será mais saudável iniciar com 200 amostras neste mês, 300 no mês que vem até atingir 400 amostras em dezembro. "Em janeiro, quando começarem os campeonatos regionais e o Brasileiro de 2016, entraremos com todas as amostras. Penso que é uma atitude mais cautelosa". Solera esclareceu que a CBF apoiará o laboratório brasileiro, porque será "mais tranquilo trabalhar com o laboratório dentro do Rio de Janeiro. É um laboratório que conheço o gestor”, explicou. Acrescentou que o retorno do Ladetec era o que faltava para reforçar a presença do Brasil nesta área. “Se for pesquisar no mundo, só faltava isso para o Brasil ser transformar na maior expressão em doping do mundo. O Brasil é o país que mais faz controle antidoping no mundo. Fernando Solera disse que o Brasil está acostumado a fazer o controle de forma muito técnica. Segundo ele, os procedimentos adotados para a Copa do Mundo de 2014 passarão a ser normas para os próximos torneios. “Nas próximas Copas do Mundo, além dos médicos, a equipe local de acompanhantes e oficiais é que trabalhará nos controles. Então, o legado foi ao contrário. " Secretário nacional da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), Marco Aurélio Klein informou que a ABCD programou para este ano 2,5 mil testes no Ladetec, entre eles análises de atletas que participarão dos eventos-teste, que começam em agosto, e Jogos Olímpicos de 2016. “São 36 eventos com controle de dopagem da ABCD." A ABCD criou o Grupo Alvo de Testes, composto por 200 dos principais atletas do Brasil. Segundo o secretário, a ideia é garantir uma disputa limpa nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016 e não registrar casos de doping entre os brasileiros que participarem das competições. “Os atletas escolhidos serão controlados a partir de agora tantas vezes quanto necessário.” Marco Aurélio destacou que, desde a reacreditação do laboratório pela Wada, em 13 de maio deste ano, mais de 300 testes já foram realizados. Em 2013, o Brasil realizava mais de 900 testes, sem contar os relacionados ao futebol. Agora eles passarão a ser feitos de maneira mais completa. Fonte: Agência Senado

PSG faz planos e sonha com Neymar, afirma a imprensa europeia


proximoanterior
            
O mercado europeu pode se agitar com o novo sonho do PSG. Segundo noticiam alguns jornais europeus, o clube francês estaria sonhando em tirar o brasileiro Neymar do Barcelona. Contudo, a ideia é que a transferência vá se concretizar apenas no meio do próximo ano.
Por causa do "Fair Play Financeiro", o clube francês não pode buscar Neymar já agora. O PSG prevê que o astro sueco Zlatan Ibrahimovic deixe a equipe até lá e com isso tenha dinheiro suficiente para buscar um novo craque, que noticiou o jornal Le Parisien seria o candidato ideal da direção.
A idade de Neymar, que tem 22 anos, seria um dos fatores importantes para o interesse, uma vez que estrelas como Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, outros sonhos do PSG, são bem mais velhos que o brasileiro.
Le 10 Sport reforça que Neymar é um dos cotados para o futuro da equipe parisiense, se juntando a nomes como de Messi, Cristiano Ronaldo e até Pogba. Segundo a publicação, a direção ficou frustrada por não ter conseguido trazer o argentino Angel di Maria na temporada passada.
Um dos problemas para o PSG é o contrato que Neymar tem com o Barça. O jornal espanhol Mundo Deportivo lembra que o brasileiro recentemente assinou uma renovação com o clube até 2018 e tem uma enorme clausula de rescisão, na casa dos 190 milhões de euros, quantidade que assustaria o PSG.
Fonte/PrimeiraEdição

Deu Negativo

NEGATI
Anderson Silva recebeu nos últimos dias o resultado de uma nova contraprova de mais um exame antidoping, feita por um laboratório americano. 

Deu negativo. Anderson, que perdeu todos os patrocinadores que tinha após sua suspensão do UFC, pretende usar o exame para voltar à ribalta. 
Fonte/ Lauro Jardim

Sessão solene marca o centenário do ABC na Assembleia Legislativa


Em comemoração aos 100 anos de fundação do ABC Futebol Clube, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte realizou, na manhã desta segunda-feira (29), uma sessão solene que contou com a participação dos dirigentes do clube, torcedores, autoridades municipais e estaduais.
A sessão, proposta pelo deputado estadual José Adécio (DEM), homenageou nove personalidades que fizeram e ainda fazem parte da história do ABC.
“Essas homenagens são tão significativas e magnânimas que fico me perguntando se é uma honra que não me cabe. Não preciso lembrar o que cada um dos homenageados aqui fizeram pelo ABC”, discursou José Adécio.
Fonte/BlogdoTotinha

Clube mais antigo do estado completa hoje (29) 100 anos de existência


                               PAISAGEM EM TORNO DO ESTÁDIO FRASQUEIRÃO
                              ESTÁDIO MARIA LAMAS FARACHE O FRASQUEIRÃO
JUDAS TADEU E ALBERÍ DURANTE INAUGURAÇÃO DO FRASQUEIRÃO

O ABC Futebol Clube completa hoje (29) cem anos de existência. Durante a trajetória centenária, a equipe mais antiga do estado conseguiu conquistar diversos títulos e recordes, entre eles, destaca-se a conquista do Campeonato Brasileiro da Série C de 2010 e o do campeonato estadual (1932 a 1941).
Além dos dez títulos em sequência do campeonato potiguar, o alvinegro também é o time com mais conquistas estaduais do estado e do Brasil, segundo o próprio clube. Em relação a esses números, há contestação por parte de rivais e pesquisadores. 
Fundado em 29 de junho de 1915, o ABC Futebol Clube já iniciou sua trajetória com uma grande vitória. No dia 20 de setembro daquele ano, o alvinegro derrotou o Natal Esporte Clube por 13 a 1. 
No dia 22 de janeiro de 2006, o alvinegro inaugurou o seu próprio estádio, o Maria Lamas Farache, mais conhecido como Frasqueirão. Na primeira partida em sua nova casa, o clube empatou com o Alecrim, em 1 a 1. No entanto, um ano mais tarde, o ABC se tornaria campeão estadual naquele mesmo local, vencendo o rival América por 5 a 2. 
Assim como a data anterior, o dia 20 de novembro também é bastante comemorado pela torcida alvinegra. Neste dia, o ABC conquistava seu maior título até hoje, o Campeonato Brasileiro da Série C. 
Na ocasião, o alvinegro ficou com a taça após empatar com o Ituiutaba em 0 a 0 no Frasqueirão. 
Fonte: No Minuto

FNF parabeniza ABC Futebol Clube

A Federação Norte-rio-grandense de Futebol, através do seu presidente José Vanildo, tem o prazer de parabenizar o ABC Futebol Clube, que neste dia 29 de junho de 2015 completa 100 anos de existência. "É uma grande satisfação ver um clube potiguar chegando aos 100 anos de existência. Ao longo desse século, o ABC comemorou grandes feitos, como ser o maior campeão estadual do país e de ser o único clube potiguar campeão brasileiro. Através do seu presidente Rubens Guilherme Dantas, tenho a satisfação de abraçar todos os torcedores dessa imensa torcida chamada "Frasqueira". A Federação sempre esteve e sempre estará ao lado do ABC, ou de qualquer outro clube potiguar em favor do nosso futebol", destaca o presidente.
Fonte/FNF

Leandro Campos não foi homenageado

   

LCO ABC foi homenageado na manhã desta segunda-feira pela Assembléia Legislativa pela passagem dos 100 anos do clube. A homenagem foi proposta pelo Deputado e conselheiro do clube, José Adécio, e um fato chamou atenção.
Entre os homenageados ninguém da atual diretoria e  ninguém que tenha participado da conquista do título mais importante da história do clube, a conquista do Brasileiro da Série C em 2010.
Faltaram na relação dos homenageados, o atual presidente do clube, Rubens Dantas responsável pela montagem  da estrutura que garantiu o acesso e o título, e o técnico que comandou o time campeão, o gaúcho Leandro Campos, sem nenhuma dúvida o mais importante da história recente do clube alvinegro.
Fonte/MarcosLopes

domingo, 28 de junho de 2015

Jara suspenso por três jogos por ter posto dedo nas nádegas de Cavani

 
                       
Jara suspenso por três jogos por ter posto dedo nas nádegas de Cavani
Jara, que vai perder o resto da competição, cumprindo o primeiro jogo de suspensão nas meias-finais, frente ao Peru, na segunda-feira, foi castigado depois de a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) ter analisado o protesto da Associação Uruguaia de Futebol (AUF), que anexou ao processo vídeos e fotografias do jogo dos quartos de final, disputado em Santiago.
"Lamentamos a decisão, mas aceitamo-la", disse a federação chilena, em comunicado.
Durante o jogo, quando decorria o minuto 63 e se mantinha o 0-0 inicial, o gesto de Jara provocou a reação de Cavani, que levou a mão à cara do defesa chileno e este simulou ter sido agredido, levando o árbitro a mostrar o cartão amarelo pela segunda vez ao avançado uruguaio.
Fonte/365º

Zico mantém candidatura à Fifa e critica corrupção na entidade

 

Para se candidatar à Fifa, ele precisa de um mínimo de cinco federações nacionais lhe apoiando. Conta com Japão e vai buscar Índia




O ex-jogador de futebol Artur Antunes Coimbra, conhecido como Zico, reafirmou hoje (27) que é candidato à presidência da Federação Internacional de Futebol (Fifa) e comentou a atitude do atual presidente da entidade, Joseph Blatter, que declarou em entrevista a um jornal suíço, na última quinta-feira (25), que não teria renunciado, deixando em aberto uma possível volta ao cargo.
Zico sonha com presidência da entidade (Foto: Alberto Leandro)
Zico sonha com presidência da entidade (Foto: Alberto Leandro)
Zico participou no Rio de Janeiro, ao lado do ministro do Esporte, George Hilton, da cerimônia de despedida da delegação brasileira que participará do Special Olympics, nos Estados Unidos – competição para jovens com deficiências intelectuais.
“Estamos na fase de aguardar o desenrolar dos fatos. A gente já vê o presidente [Blatter] dizer que não falou – o que muita gente colocou – e que não era bem aquilo que ele tinha dito. Acho que todos esses fatos denegriram muito o futebol mundial, e a gente espera que haja uma solução definitiva, para o bem do futebol. Não podemos ter dirigentes importantes presos e denunciados, indiciados. Isso contamina. A gente vê uma oportunidade ímpar para uma entidade importante passar a ser democrática, passar a ter decisões que beneficiem o futebol, e não pessoas”, comentou.
Zico disse que desde o dia em que anunciou sua candidatura, em 10 de junho, vem recebendo apoio. Para se candidatar à Fifa, ele precisa de um mínimo de cinco federações nacionais lhe apoiando. Ele conta com a do Japão, país onde ajudou a popularizar o futebol, e vai à Índia, em busca de voto.
“Tivemos uma aceitação muito grande de todos os lugares, nacional ou internacional, e eu fiquei muito feliz com isso. Agora, já começamos a trabalhar, independente do que vai acontecer ou não. Vamos montar um programa. Estou me reunindo com pessoas importantes, que têm conhecimento de diversas áreas do futebol. [A candidatura] está de pé. Dei minha palavra, botei minha cara. Estou esperando o desenrolar dos fatos. Vou enviar o meu programa, com a plataforma, para todas as federações do mundo”, enfatizou.
Em relação a Michel Platini, ex-jogador francês e atual presidente da União das Federações Europeias de Futebol (Uefa), cotado como possível candidato à Fifa, Zico disse que ele não teria demonstrado interesse em participar da eleição. “Ele está em dúvida. Acho que é bem possível que continue na Uefa, pois está muito bem lá. Uma parte dos europeus quer que ele se candidate, mas não vi ele muito empolgado à Fifa, não”, acrescentou.
Zico é um dos embaixadores da Special Olympics, que este ano ocorre na cidade norte-americana de Los Angeles, de 25 de julho a 2 de agosto. A delegação brasileira tem 39 atletas, todos com algum tipo de deficiência intelectual. “[A competição] é um evento de inclusão social. São atletas especiais que nos ensinam muito mais do que nós podemos oferecer a eles. O Ministério do Esporte tem hoje um foco nisso. Temos uma política arrojada para o alto rendimento, mas sem perder de vista o esporte de inclusão”, disse o ministro George Hilton.
Um dos atletas do Brasil no Special Olympics é o carioca Breno Viola, judoca do Clube de Regatas Flamengo. Ele destacou que sua meta é trazer medalhas e que “o judô não vai fazer feio”. “Tenho síndrome de Down e o ritmo no esporte é lento, mas com o tempo a gente vai conseguindo”, disse ele. “O esporte traz coisas na vida como determinação, disciplina e amor pelo que a gente faz. A gente tem que realizar o nosso próprio sonho, e eu só paro com o judô quando minhas pernas não aguentarem”, acrescentou.
Fonte/NoAr

Diá começa a "desenhar" o time titular que o Campinense vai usar na Série D

 

Primeiro coletivo do novo time vai ser apenas neste domingo, mas no treino tático dessa sexta-feira, o técnico rubro-negro já usou cinco reforços entre os 11 principais

                                                   
francisco diá, campinense (Foto: Nelsina Vitorino / Jornal da Paraíba)Diá escala cinco reforços entre os titulares no treino (Foto: Nelsina Vitorino / Jornal da Paraíba)
O técnico Francisco Diá marcou para este domingo, no Estádio Amigão, o primeiro coletivo com o renovado elenco do Campinense. Mas no treino tático que foi realizado nessa sexta-feira, no Renatão, o comandante começou a esboçar a equipe titular para a Série D do Campeonato Brasileiro, que terá início no próximo dia 12 de julho.
No treinamento, o time titular contou com cinco novas caras em relação ao que conquistou o Campeonato Paraibano deste ano. Na defesa, as novidades foram o lateral-direito David Modesto, o zagueiro Thiago Sala (ambos ex-Treze) e o lateral-esquerdo Felipe Ramon (ex-Auto Esporte). Gledson no gol e Joécio na zaga completaram o setor defensivo.
No setor de armação, Gil Bala (outro que estava no Auto Esporte) formou o quarteto com Negretti, Neto e Leandro Santos. E na linha de frente, Túlio Renan, que foi reserva na competição estadual, formou o novo ataque com Adalgiso Pitbull (ex-Guarani-SP).
A estreia do Campinense na Série D será no dia 12 contra o Globo FC. Além do time do Rio Grande do Norte, o Rubro-Negro terá como adversários no Grupo A-3, o Coruripe-AL, Colo-Colo-BA e Serra Talhada-PE.
Treino, Campinense (Foto: Junot Lacet Filho / Jornal da Paraíba)Negretti (com a bola) é um dos remanescentes que devem seguir como titular (Foto: Junot Lacet Filho / Jornal da Paraíba)

Rio Branco x Galvez: jogo vale título estadual e vaga na Série D 2015

Em jogo, um título estadual e uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D deste ano – além da Copa Verde 2016. Rio Branco e Galvez fazem o segundo jogo da decisão do Campeonato Acreano 2015 neste sábado (27), às 19h (local), no estádio Antônio Aquino, o Florestão. No duelo de ida, o Estrelão venceu por 2 a 1 e tem a vantagem do empate para ser bicampeão. Os finalistas têm vaga na Copa do Brasil 2016. Com a vitória, o Rio Branco fica a um empate de conquistar o bi. O Galvez, para faturar o título estadual pela primeira vez na história, precisa vencer por dois gols de diferença. Vitória por apenas um gol do Imperador leva a decisão para a prorrogação. A Federação de Futebol do Acre (FFAC) colocará quatro mil ingressos à venda – a partir das 17h, nas bilheterias do Florestão. Os preços são os seguintes: R$ 5 (meia) e R$ 10 (inteira). Apenas os torcedores que trocaram ingressos de jogos anteriores por cupons nas lojas do patrocinador oficial do campeonato concorrerão a um caminhão de prêmios, segundo a FFAC – serão dois ganhadores. O GloboEsporte.com acompanha todos os detalhes da final em Tempo Real a partir das 17h30 (local). ESTRELÃO FAVORITO O favoritismo é do Rio Branco. Dono da segunda melhor campanha na primeira fase, onde terminou com 71,4% de aproveitamento, o time chega à final com 12 vitórias, três empates e duas derrotas em 17 partidas do estadual. Fez 54 gols e levou 14. A equipe é comandada por Nei Gaúcho, que substituiu José Araújo, o Zezito, na reta final. Para o duelo, o treinador alvirrubro tem força máxima e promoverá mudanças entre os titulares, com a entrada do meia Evandro Russo e do atacante Dudu Mandai. Alexandre Matão, artilheiro do time com 18 gols na temporada (14 no estadual), chegou a ser dúvida, mas tem presença confirmada. O Rio Branco deve entrar em campo com o seguinte time: Tiago Rocha; Pedro Balú, Carciano, Martinez e Tiaguinho; Marzagão, Kássio, Evandro Russo e Robinho; Dudu Mandai e Alexandre Matão. IMPERADOR QUER SURPREENDER Terceiro colocado na fase de classificação, o Galvez terminou a primeira fase com 54,8% de aproveitamento. Em 17 jogos no estadual, o time militar acumulou oito vitórias, seis derrotas e três empates. Fez 27 gols e levou 24. A equipe tem como técnico Artur Oliveira, que assumiu o cargo na reta final após a saída de Edmilson Correia, o Tangará. O treinador do Imperador deve fazer apenas uma mudança na equipe titular em relação ao duelo de ida. O meio-campo Neném, artilheiro do Galvez com nove gols, volta ao time após cumprir suspensão automática. Recuperado de lesão, atacante Juliano César será opção no banco. O Galvez deve entrar em campo com: Máximo; Chumbo, Rafael, Diego e Esquerdinha; Tom, Rick, Alcione, Wellington Cabeça e Neném; Deivid. FonteGloboesporte.com/ac

Brasil fecha série sem Bernardinho com nova vitória sobre a Austrália

 

Em último jogo sob o comando provisório do técnico Rubinho, Seleção Brasileira chega à oitava vitória na Liga Mundial e lidera Grupo A

                         
Ponteiro Lucarelli encara o bloqueio triplo da Austrália (Foto: Divulgação/FIVB)
A Seleção Brasileira masculina de vôlei parece não ter sentido a falta de Bernardinho nos dez jogos de suspensão do treinador. Neste domingo, o substituto Rubinho liderou a equipe pela última vez antes de voltar ao seu posto de auxiliar, e levou o Brasil a mais uma vitória na Liga Mundial.
Em Sydney, a Seleção bateu a Austrália pelo segundo dia seguido, desta vez pelo placar de 3 sets a 0. As parciais foram de 25-22, 25-20 e 25-15.
Nos dez jogos sem Bernardinho, todos pela Liga Mundial, a equipe verde e amarela venceu oito partidas e sofreu duas derrotas. Com a campanha, o Brasil lidera o Grupo A, com 24 pontos. A Sérvia está em segundo com 17, mas com um jogo a menos. Neste domingo, os sérvios enfrentam a Itália (terceira colocada, com 13 pontos). A Austrália é a lanterna, com apenas três pontos.
O destaque da vitória brasileira em Sydney (o jogo foi realizado no Parque Olímpico dos Jogos de 2000) foi mais uma vez o ponteiro Lucarelli. Ele foi o maior pontuador do jogo ao lado do australiano Thomas Edgar, com 15 pontos.
- Assim como no jogo de ontem (sábado), conseguimos fazer uma pressão de saque neles, nosso bloqueio funcionou mais uma vez e conseguimos anular um pouco o principal jogador deles, que é o Edgar, e isso facilita bastante. A nossa rodada de bola foi muito alta, o que vai forçando o erro deles e isso ajuda para o nosso lado - falou Lucarelli.
O Brasil fará seus dois últimos jogos na fase de classificação da Liga Mundial nesta quinta e sexta-feira, em Cuiabá (MT), contra a Itália. Desta vez, com Bernardinho de volta ao comando. 


Fonte/Lancenet

Curuzu será ampliada

 

Estádio passará por obras a partir de agosto e levará 10 anos para conclusão

                                                          

Nilson Cortinhas
Da Redação
Era um sábado ensolarado e, enquanto os jogadores treinavam normalmente, alguns integrantes da diretoria do Paysandu observavam a movimentação atentamente. Outros apontavam para a estrutura do estádio Leônidas Castro, a Curuzu, como se indicassem algum tipo de necessidade. No segundo grupo, estava o engenheiro civil Tony Couceiro, cuja família está envolvida no clube há décadas. Toninho Couceiro, como é chamado nos bastidores, é integrante da comissão de obras da Curuzu e co-responsável por um projeto que ganhou prioridade nos últimos dias: a reforma e a readequação do estádio.
A ideia é reestruturá-lo, ampliar a capacidade, a partir da construção de arquibancadas de dois andares. De acordo com o presidente do clube, Alberto Maia, as obras vão começar no mês de agosto. No entanto, o projeto é amplo, como explicou Couceiro na entrevista a seguir. Há uma previsão que a reforma dure 10 anos. E já foi iniciada no ano passado.

n    De fato, já existe dada para início do projeto de reforma e readequação do estádio da Curuzu, dada pelo próprio Alberto, presidente do Paysandu...
o    Primeiro, o presidente (Alberto Maia) mandou. Manda quem pode, obedece quem tem juízo (risos). O primeiro passo é terminar o projeto. Estávamos esperando fazer isso para o ano que vem, agora é tocar os projetos complementares e, depois, aprovar nos órgãos competentes para quando começarmos está tudo certinho.  A ideia não é ter problema nenhum com os órgãos da prefeitura.

n    Estas maquetes eletrônicas que circulam pela internet tem fundamento?
o    Tem apenas uma maquete que é mais ou menos o que vamos fazer. Na verdade, não é a definitiva. Vão ter alguns ajustes. De um modo geral, é aquilo mesmo. Estas duas arquibancadas (arquibancadas de dois andares) deve aumentar a capacidade da Curuzu em umas três mil unidades, pessoas. Estou falando das duas. Em um primeiro momento, faremos só uma, deve aumentar 1.500 pessoas. Na segunda etapa, 1.500 pessoas. Tem um espaço que pode vir a ser um camarote corporativo, agora, o espaço está como arquibancada. Fora isso, não tem previsão de camarote. Eles continuarão aonde estão. A área pode ser um camarote corporativo se tivermos o patrocinador que queira comprá-lo para esse fim.

n    Qual seria o valor do investimento total na reforça da Curuzu?
o    Nós temos reforma na Curuzu para 10 anos. Existe um plano diretor da Curuzu que estamos seguindo. Estamos trabalhando desde 2013 no estádio, começamos fazendo a área interna, para dar mais condição para o time. Foi feita a academia, depois a lavanderia, fizemos o campo, alambrado, o placar e estamos fazendo o hotel e o vestiário. A previsão era acabar o hotel e o vestiário neste segundo semestre e atacar na arquibancada. Vamos correr mais um pouco para acabar o hotel em agosto e começar a arquibancada.

n    Existe algo além do projeto que vem a público? O presidente tem falado em dois lances de arquibancada... Mas, existe algo além disso?
o    Por enquanto, temos isso. É claro que pensamos fazer outras coisas na Curuzu, vamos trabalhar os banheiros novos, para dar uma melhor condição, principalmente, o banheiro feminino aqui na Curuzu. A ideia é ambientar para que as mulheres venham, cada vez mais, para os estádios. Estamos preparando a Curuzu para mandar, cada vez mais, os jogos do Paysandu aqui. É mais barato, é mais cômodo.
Fonte/OLiberal

CBF assegura permanência de Dunga após queda

Próximo desafio do treinador na Seleção será nas Eliminatórias para a Copa compartilhar:  Próximo desafio de Dunga será nas Eliminatórias para a Copa do Mundo, que começam no mês de outubro Logo após a derrota do Brasil para o Paraguai nos pênaltis e a consequente eliminação precoce na Copa América, o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, ligou para o técnico Dunga e também para o coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi. Não foi uma ligação para cobrança ou reclamação diante da queda. Pelo contrário. Foi para transmitir tranquilidade e confiança para a continuidade do trabalho. Dunga respondeu que era muito bom trabalhar com essa estabilidade de não ter a pressão da busca por resultados imediatos. O contato ilustra como Dunga não perdeu prestígio junto à cúpula da CBF após a queda no primeiro jogo eliminatório após a Copa do Mundo. O Brasil começou bem a partida contra o Paraguai, fez 1 a 0 com Robinho, mas caiu no segundo tempo e cedeu o empate após pênalti de Thiago Silva. Na decisão por pênaltis, perdeu por 4 a 3 - Éverton Ribeiro e Douglas Costa desperdiçaram suas cobranças. "O Dunga corre risco zero de ser demitido", afirma Walter Feldman, secretário-geral da CBF. "A determinação do presidente é de poder absoluto para a comissão técnica", completou. O próximo desafio de Dunga será nas Eliminatórias para a Copa do Mundo, que começam no mês de outubro. Feldman avalia que a proposta de um trabalho de longo prazo não sofrerá alterações com o primeiro revés. "O Brasil tem poucos trabalhos desenvolvidos a longo prazo. Isso precisa mudar, é um problema", avalia.
Fonte/UAI

Sampaio é derrotado pelo Santa Cruz em Pernambuco


Sampaio x Santa Cruz O Santa Cruz bem que tentou assumir o protagonismo do confronto nos minutos iniciais, procurando abafar o Sampaio Corrêa em seu setor defensivo. Passado o ímpeto inicial, entretanto, os pernambucanos foram se acomodando ao ritmo lento do jogo imposto pela Bolívia Querida, que jogava à espera de uma bola. A equipe coral ainda voltaria a assustar o goleiro Rodrigo aos 20 minutos. Nathan, mesmo isolado, tentou um peixinho e furou a bola. A partida, então, perdeu ainda mais velocidade. O Santa Cruz não se impunha e, com linhas ofensivas muito descompactadas, não era mais capaz de ameaçar o time visitante. O Sampaio Corrêa, por sinal, deu apenas um chute a gol em toda a primeira etapa e num arremate sem qualquer perigo ao gol de Fred. O empate ao intervalo fazia jus à ineficiência atacante coral. Depois de um primeiro tempo longe do primor técnico, os primeiros minutos da etapa final davam a ideia de que o nível do jogo iria cair. Ledo engano. O Sampaio Corrêa procurou sair mais para o ataque. Bom para o Santa Cruz, que tinha mais espaço para tentar jogadas em velocidade na transição ofensiva. A partir dos 13 minutos, a equipe maranhense foi perdendo terreno. As oportunidades de gol do adversário se sucediam, sempre explorando estocadas rápidas, em contra-ataques. Bileu armou a jogada e Renatinho aproveitou o rebote para balançar as redes de Rodrigo. Após o gol coral, o Sampaio Corrêa se expôs ainda mais defensivamente, dando mais espaço para o Santa Cruz contra-atacar. O placar, porém, manteve-se em 1 a 0, consumando o retorno da equipe tricolor às vitórias. Ficha do jogo Santa Cruz 1 Fred; Nininho (Bileu), Alemão, Danny Morais e Lúcio (Renatinho); Wellington, Bruninho, João Paulo e Lelê; Nathan (Luisinho) e Anderson Aquino. Técnico: Marcelo Martelotte. Sampaio Corrêa 0 Rodrigo; Daniel Damião, Mimica, Edvânio e William Simões; Moisés, Dê (Vanger), Válber e Nádson (Arlindo Maracanã); Pimentinha e Geraldo (Douglas). Técnico: Léo Condé. Local: Estádio do Arruda (Recife-PE). Árbitro: Gleidson Santos Oliveira (BA). Assistentes: Marcos Welb Rocha e Amorim (BA) e Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL). Gols: Renatinho (Santa Cruz). Cartões amarelos: Nathan, Bruninho e Wellington (Santa Cruz). Cartão vermelho: Bruninho (Santa Cruz). Público: 8.827. Renda: R$ 94.075,00.
Fonte/OImparcial

Após nova derrota, Silas Pereira deixa comando técnico do Ceará

 

Treinador acerta saída em conversa com diretoria, ainda em São Paulo, na madrugada deste sábado

                                                   
Silas Pereira, técnico do Ceará (Foto: Antônio Carneiro/Pernambuco Press)Silas não é mais o técnico do Vovô
(Foto: Antônio Carneiro/Pernambuco Press)
Com sete jogos consecutivos sem vencer na Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Silas Pereira deixou o comando técnico do Ceará. Depois de perder para o Oeste, sexta-feira, por 2 a 0, com atuação muito ruim do Vovô, o treinador conversou com a diretoria alvinegra e acertou sua saída do time. A expectativa, agora, é que o novo técnico seja anunciado ainda neste sábado. O elenco alvinegro segue em São Paulo e, de lá, viaja para encarar o Luverdense, no interior de Mato Grosso pela 9ª rodada da competição nacional. Emerson Maria e Geninho são os mais cotados para assumir o cargo.

Silas permaneceu à frente do Vovô por quatro meses e meio. Ele chegou em 13 de fevereiro, quando substituiu Dado Cavalcanti. Com ele, o Ceará achou o caminho das vitórias e levantou a taça de campeão do Nordeste ao vencer na final o Bahia, dentro e fora de casa. No Cearense, perdeu o pentacampeonato para o Fortaleza em jogo épico, com dois gols nos acréscimos da partida.

Em entrevista depois do empate com o Santa Cruz, Silas Pereira disse que só pediria para sair do clube se "perdesse o vestiário". Na partida contra o Oeste, o time começou até atuando bem e teve chances de gol, mas esbarrou nas más finalizações e nos erros de marcação. Mesmo com as modificações feitas, a equipe não evoluiu em campo.

Após nove rodadas da Segundona, o Ceará conquistou apenas cinco pontos, com uma vitória, dois empates e seis derrotas, e segue na penúltima colocação do campeonato, com apenas cinco pontos. Ao fim desta rodada, o Vovô pode parar na lanterna, em caso de vitória do Mogi Mirim.

O próximo jogo do Vovô será nesta terça-feira (30), contra o Luverdense, às 22h30min, fora de casa. O time alvinegro ocupa a vice-lanterna da competição.
Fonte/GloboEsporte

Com único gol da partida, Bahia vence o Luverdense e garante retorno ao G-4

O gol do alívio saiu aos 41 minutos do segundo tempo, do pé direito de João Leonardo, seu primeiro gol com a camisa profissional do Bahia Com o único gol da partida, o Bahia venceu a partida contra o Luverdense na tarde deste sábado (27), na Fonte Nova. O lance da vitória foi de João Leonardo, 21 anos, que estava cotado pra ser titular, mas esquentou o banco até os 37 minutos do segundo tempo e acabou virando o herói da torcida tricolor https://pbs.twimg.com/media/CIic9R2WwAE50xz.jpg:large Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação Agora, o Bahia retorna ao G-4 e é o terceiro colocado, com 18 pontos, dois a menos que o líder Botafogo e um atrás do Paysandu. O jogo foi o primeiro dos quatro em sequência que o tricolor fará em Salvador. O próximo é o Ba-Vi, sábado, no Barradão. Depois, recebe Paysandu (dia 7) e Oeste (11) na Fonte. O jogo O Bahia teve o domínio da bola em boa parte da partida. Em muitos momentos, o Luverdense abdicou de atacar e não passou do meio-campo. A torcida tricolor teve a chance de soltar o grito de gol logo aos 10 minutos do primeiro tempo, mas a arbitragem não deixou. Erradamente, marcou impedimento no lance em que Kieza recebeu de Pittoni, dominou no peito e balançou a rede. Todos os atacantes do Bahia tiveram chance. Maxi Biancucchi avançou pela esquerda e finalizou mal, pra fora. Depois, foi a vez de Kieza errar a pontaria. O camisa 9 recebeu entre os zagueiros e acertou a trave. O Luverdense reagiu com Alípio, que aproveitou a falha de Robson, disparou e chutou pela esquerda. Titi chegou a tempo e espanou. Salvou e falhou em seguida. O capitão tentou afastar de cabeça, a bola bateu em Diego Rosa, que viu Douglas Pires adiantado e finalizou rápido, por cobertura. O goleiro conseguiu se recuperar bem e, com uma bela defesa, evitou que o adversário abrisse o placar. No começo do segundo tempo, o goleiro do Luverdense voltou a trabalhar. Logo aos dois minutos, Souza chutou de fora da área e obrigou Edson a fazer boa defesa. De falta, o próprio Souza mandou pra fora, assim como Pittoni. O gol do alívio sairia aos 41 minutos, do pé direito de João Leonardo. Ele marcou seu primeiro gol com a camisa profissional do Bahia.
Fonte/Correio

Jogador do São Raimundo abandona a partida após 'momento de fúria'

 

O time acabou goleado e ele ainda levou cartão amarelo

Chateado! Após abandonar a partida, Dida assistiu o resto do jogo do banco de reservas
Chateado! Após abandonar a partida, Dida assistiu o resto do jogo do banco de reservas (Camila Leonel)
Uma situação inusitada chamou a atenção de quem foi assistir o jogo entre São Raimundo e Nacional, no estádio da Colina, Zona Oeste. Aos 20 minutos de partida, o jogador do São Raimundo, Dida se chateou, tirou a camisa e saiu de campo em direção ao banco de reservas. Mesmo com a comissão técnica do São Raimundo falando para ele voltar, o jogador não levantou e abandonou a partida.
A justificativa foi as críticas dos colegas de time que o irritaram a ponto de tomar a atitude de deixar o campo. “Lá dentro, eles dizem uma coisa, que todo mundo no banco ia apoiar, mas quando chega na hora do jogo, estão criticando”, explicou. O jogador foi punido com o cartão amarelo pelo árbitro da partida, Ivan Guimarães Júnior. Dida, de 18 anos, foi advertido com cartão amarelo e assistiu seu time ser goleado do banco de reservas.
Apesar da atitude do jogador, a técnica do São Raimundo “Mikita”, disse que entende a atitude do jogador e que foi um momento de cabeça quente do zagueiro do Tufão da Colina.
Agora ele está calmo. A gente entende a posição dele, até porque ele nunca fez isso. Não vamos criticar. A gente sabe as dificuldades que nós estamos passando”, disse.
Fonte/ACrítica

Tio de carrasco do Brasil morre de infarto após vitória paraguaia

 Autor do último e decisivo gol do Paraguai nas cobranças de pênaltis contra o Brasil (vitória por 4 a 3), no último sábado, em Concepción, o meia-atacante Derlis González recebeu uma péssima notícia ainda no vestiário logo após a classificação heroica à semifinal da Copa América do Chile. Manuel Irrazábal, tio do jogador, morreu de infarto com a emoção da partida. Ele tinha 44 anos. "Tio, por que hoje? Você me deixou por um infarto, tio, por eu lhe dar uma alegria e que se vá com tanta felicidade. Não posso acreditar", escreveu González, por meio do Twitter. Derlis González também foi o responsável pelo gol paraguaio no tempo normal. Ele converteu a cobrança e garantiu o empate em 1 a 1. Com a vitória nos pênaltis em cima do Brasil, o Paraguai agora se prepara para enfrentar a Argentina, na terça-feira (30), também em Concepción.
Fonte: Lancenet

Ninguém acertou a Megasena

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.717 da Mega-Sena sorteado neste sábado (27) em Pirapozinho, São Paulo.

Veja as dezenas sorteadas: 02 - 09 - 16 - 37 - 44 - 58.

De acordo com a Caixa, 122 apostas acertaram a quina, e cada uma levou o prêmio de R$ 14.665,09. Outras 4934 apostas acertaram quatro dezenas e levaram, cada uma, R$ 518,02.

A expectativa de prêmio era de R$ 3 milhões. Como ninguém acertou a sena, o prêmio acumulou e a estimativa é que o próximo sorteio, que será realizado na quarta-feira (1º), tenha um prêmio de R$ 6.800.000.

A Caixa Econômica Federal faz os sorteios da Mega-Sena duas vezes por semana, às quartas-feiras e aos sábados. As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.
Fonte/NoMinuto

Série B: Olho na classificação

   

Oia
Fonte/MarcosLopes

sábado, 27 de junho de 2015

América bate o Vila Nova/GO fora de casa e retorna ao G4 da Série C

Alvirrubro de Natal jogou todo o segundo tempo com um a menos, mas conseguiu reencontrar a vitória na competição nacional Por Miguel Medeiros Após 20 dias de pausa na Série C do Campeonato Brasileiro, o América retomou a competição com uma importante vitória por 1 a 0 sobre o Vila Nova/GO. O solitário gol do confronto foi marcado pelo meia Cascata, aos 15 minutos do segundo tempo. Com o resultado, o Mecão retornou ao G4 da Terceirona e chegou aos 8 pontos conquistados enquanto o Vila Nova/GO permanece na vice-liderança com 9 pontos. O próximo compromisso do Alvirrubro de Natal será no sábado (4), às 20h, contra o Fortaleza no estádio Castelão. Enquanto isso, o Vila Nova retorna aos gramados apenas na segunda-feira (6), às 20h15, para enfrentar o Confiança no estádio Batistão. Sonolento Com a necessidade de vencer a partida, a primeira grande oportunidade do jogo surgiu com o América. Após bom cruzamento, o atacante Adriano Pardal perdeu o domínio da bola e a chande de abrir o marcador em Goiânia. Aos 15 minutos, novamente o Alvirrubro ficou no quase, dessa vez com um chute cruzado de Cascata, obrigado o goleiro Edson a fazer boa defesa. Após a iniciativa americana, o embate seguiu em um ritmo sonolento. Errando muitos passes, o Vila Nova teve dificuldade para chegar ao ataque, pouco agredindo o adversário. Com o jogo truncado, pouco trabalho para os dois goleiros. A bola permaneceu sem chegar nos dois ataques, o que gerou bronca por parte das duas torcidas no OBA. Sem emoção, o primeiro tempo terminou empatado sem gols. Vermelhou O segundo tempo começou vermelho para o América. Em confusão com Ermínio, o zagueiro Flávio Boaventura foi expulso de campo, o que dificultou o jogo para os mandantes. Mesmo com a desvantagem, a sorte melhorou para o Mecão. Cascata fez um belo chute e acertou o ângulo do goleiro adversário, abrindo o marcador aos 15 minutos. Após a festa da torcida americana, o time de Natal só voltou ao ataque aos 25 minutos, e quase ampliou. Em contra-ataque veloz, Maguinho saiu cara a cara com o goleiro Edson, mas bateu para fora. A resposta veio no minuto seguinte com Frontini, o jogador cabeceou para fora com perigo. Nos 15 minutos finais o time goiano partiu para cima, mas não conseguia finalizar com perigo. A maior chance veio apenas aos 42 minutos, Ermínio recebeu na grande área e chutou forte para grande defesa de Busatto, que evitou o gol. Sem tempo para mais nada, o árbitro apitou o fim da partida. Ficha técnica Local: OBA; Cartões amarelos: Francisco, Vitor e Igor (Vila Nova); Adriano Pardal, Busatto, Cascata, Cléber, Max e Zé Antônio (América). Cartões vermelhos: Thiago Potiguar e Flávio Boaventura (América). Gol: Cascata – 15min/2ºT (América); Árbitro: Jânio Pires Gonçalves (TO). Vila Nova/GO: Edson; Vítor, Gustavo Bastos e Igor (Arthur); Wanderson, Francesco, Ramires (Diego Palhinha), Paulinho (Erminio) e Marinho Donizete; Matheus Anderson e Frontini. América: Busatto; Lucas Newiton, Cléber, Flávio Boaventura e Maguinho; Judson, Zé Antonio e Cascata (Regis); Thiago Potiguar, Adriano Pardal e Max (Edson Rocha).
Fonte/NoAr

Paraguai elimina o Brasil da Copa América

 

Depois de um empate por 1 a 1 no tempo normal, o time de Dunga foi derrotado por 4 a 3.

         


df4O fantasma de 2011 voltou a assombrar a seleção brasileira. Assim como na Copa América passada, o Brasil foi eliminado pelo Paraguai nas quartas de final na decisão por pênaltis. Depois de um empate por 1 a 1 no tempo normal, o time de Dunga foi derrotado por 4 a 3. Everton Ribeiro e Douglas Costa chutaram para fora e desperdiçaram suas cobranças. Na próxima fase, a equipe de Ramon Díaz enfrenta a Argentina.
O Brasil soube ser eficiente no primeiro tempo contra o Paraguai. Em uma etapa com poucas oportunidades, a seleção conseguiu converter a melhor que teve.
Aos 14 minutos, a equipe de Dunga teve paciência para criar. A bola saiu da esquerda para a direita, até que chegou em Daniel Alves na linha de fundo. O lateral cruzou rasteiro, Firmino fez o corta-luz e Robinho apareceu na segunda trave para finalizar para o fundo do gol.
Além dessa oportunidade, o Brasil só conseguiu assustar em chute de longe de Philippe Coutinho, que Villar mandou para escanteio no primeiro minuto.
A seleção paraguaia não ficou acuada apenas se defendendo e até tentou se lançar ao ataque. Em alguns momentos, o Paraguai chegou a dominar as ações da partida.
Na segunda etapa, o Paraguai conseguiu ser mais incisivo e começou melhor. Foram duas oportunidades criadas antes dos 15 minutos. Na primeira, Haedo Valdez escorou escanteio por cima do gol. Na seguinte, em outro tiro de canto, Paulo da Silva obrigou Jefferson a fazer grande defesa.
A pressão do Paraguai rendeu frutos aos 25 minutos. Em levantamento na área, Thiago Silva, Daniel Alves e Roque Santa Cruz disputaram. No entanto, o zagueiro colocou a mão na bola e o juiz apitou pênalti. Derlis González bateu com firmeza e empatou a partida.
Com o placar igualado, o jogo ficou mais aberto, com ataques e contragolpes para ambos os lados. Mas nenhuma das equipes conseguiu levar perigo e a partida foi para a decisão por pênaltis.
Fernandinho abriu para a seleção, encheu o pé e marcou, apesar de Villar ter tocado na bola. Na sequência, Martínez soltou bomba no meio e converteu para o Paraguai. No segundo pênalti da seleção, Everton Ribeiro deslocou o goleiro, mas mandou para fora. Cáceres repetiu Martínez e marcou ao bater no centro. Miranda chutou com classe e marcou para o Brasil. O terceiro paraguaio foi anotado por Bobadilla. Na quarta do Brasil, Douglas Costa isolou.  Roque Santa Cruz manteve o Brasil vivo ao pegar mal na bola e bater longe da meta. Philippe Coutinho marcou o quinto da seleção, só que González, o autor do gol paraguaio no tempo regulamentar, converteu e decretou a vitória por 4 a 3.
Fonte/NoMinuto

ABC arranca empate dramático no Frasqueirão

 


O ABC voltou a demonstrar apatia atuando no Frasqueirão e por muito pouco não sofreu uma nova derrota em casa. Porém já são três jogos sem vitória o que deixou  o alvinegro a quatro pontos da zona de rebaixamento.

Dos males o menor, pelo menos o time conseguiu evitar uma nova derrota justamente na antevéspera da comemoração dos cem anos de fundação do clube. O Náutico esteva na frente três vezes com gols de Pedro Carmona, cobrando pênalti, e dois de Marino, enquanto Kayke, Marcílio e Edno descontaram para os potiguares.
Magnus NascimentoSem trocar uma peça sequer, mas apenas com um pouco mais de atitude, rapidamente o ABC chegou ao empate na segunda etapaSem trocar uma peça sequer, mas apenas com um pouco mais de atitude, rapidamente o ABC chegou ao empate na segunda etapa
Para as equipes que entraram em campo pensando na vitória, o inicio de partida no Frasqueirão foi um tanto decepcionante.
Os pernambucanos claramente montados pensando em explorar os contra-ataques, esperavam um erro dos natalenses e raramente subiam a marcação. Já o ABC, com três volantes e apenas Edno na armação, não conseguia encaixar as jogadas por completa falta de criatividade. Com isso, a partida foi se desenrolando de forma enfadonha.
Rapidamente o ABC chegou ao empate na segunda etapa
 O problema alvinegro, que parecia muito cauteloso para sair da defesa para o ataque, era visível pelo fato do treinador Gilmar Dal Pozzo ter montado o time com três atletas com problema de ritmo de jogo: Leonardo Luiz, Neto Coruja e o próprio Edno, que apesar de ter participado das ultimas partidas, ainda não está no melhor de sua forma.

Com tanta dificuldade, o ABC criou duas boas oportunidades, mas não foi feliz. Na primeira, após cruzamento de Dedé, Fabinho cabeceou rente a trave. Na segunda, Edno concluiu de fora da área, mas Júlio César defendeu sem maiores dificuldades.
Magnus NascimentoABC faz homenagem a Agnelo AlvesABC faz homenagem a Agnelo Alves
Preso na marcação adversária algumas vezes os zagueiros Sueliton e Leonardo Luiz foram obrigados a trocar passes laterais. E foi num erro de Leonardo, que o Timbu deu o bote para conseguir o pênalti e abrir o placar. Hiltinho interceptou o passe do zagueiro abecedista, entrou na área e foi derrubado por Saulo. Pedro Carmona cobrou o penal e marcou 1 a 0, aos 35 minutos. Quando o cenário era de um novo desastre, dois minutos depois Fabinho fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Kayke completar e deixar tudo igual.

Com isso, as equipes voltaram a condição inicial. A partida seguiu o diapasão até que no último lance da etapa inicial, Marino lançou Douglas, que foi à linha de fundo e cruzou para o mesmo Marino empurrar para o fundo da rede e fazer 2 a 1 aos 46 minutos.

Isso tudo aconteceu na frente de alguns dos maiores jogadores abecedistas: Alberi, Sérgio Alves, Dedé de Dora e Noé Soares, entre outros convidados a participar da comemoração do centenário do clube potiguar.

Sem trocar uma peça sequer, mas apenas com um pouco mais de atitude, rapidamente o ABC chegou ao empate na segunda etapa. Depois de realizar uma boa tabela com Fabinho, o garoto Marcílio tocou na saída do goleiro para marcar 2 a 2, aos 4 minutos. Logo depois ocorreu a chance de virar o placar, quando Edno completou um cruzamento de Fabinho e obrigou Júlio César a realizar uma grande defesa.
Magnus NascimentoDepois do susto, o Náutico se manteve firme no seu plano de jogoDepois do susto, o Náutico se manteve firme no seu plano de jogo
Depois do susto, o Náutico se manteve firme no seu plano de jogo, o ABC voltou a ficar preso no forte bloqueio defensivo adversário que só descia na boa. Edno não acertava nada que tentava e assim o jogo foi se desenrolando, até que numa jogada que parecia despretensiosa, Marino resolve experimentar de fora da área e acabou acertando o ângulo do gol defendido por Saulo, que nada pode fazer para evitar que o Timbu saltasse na frente novamente aos 27 minutos.

O desastre que esteve muito perto de ocorrer no Frasqueirão foi evitado aos 41, quando na cobrança de uma falta, Neto Coruja ergueu bola na área e Edno conseguiu desviar para deixar tudo igual novamente. Reanimado com o gol, por pouco os donos da casa não viraram num cruzamento de Jussandro, que Bismarck não alcançou. O Náutico respondeu com um contra-ataque que quase redundou em outro pênalti, mas o árbitro disse que a falta ocorreu fora da área e cuja cobrança  não gerou maiores perigos.

Na próxima rodada o ABC enfrenta o Macaé, que goleou por 4 a 2 e tirou a invencibilidade do líder Botafogo na rodada. A partida está marcada para o próximo sábado, no Frasqueirão.

FICHA TÉCNICA 

 
ABC 3 X 3 NÁUTICO
Local: Estádio Frasqueirão, em Natal-RN 
Data: 27 de junho de 2015, sábado 
Horário:16h30 (de Brasília) 
Árbitro: Eduardo de Soares Santana (SE)
Assistentes: Daniel Vidal Pimentel (SE) e Oberto da Silva Santos (SE) 
Cartões amarelos: Sueliton (ABC); Hiltinho, João Ananias, Julio Cesar, Gastón Filgueira e Renato (Náutico)
GOLS
ABC: Kayke, aos 37 minutos do primeiro tempo, Marcílio, aos quatro minutos do segundo tempo, e Edno, aos 41 minutos do segundo tempo
NÁUTICO: Pedro Carmona, aos 35 minutos do primeiro tempo, e Marino, aos 46 minutos do primeiro tempo e aos 27 minutos do segundo tempo
ABC: Saulo; Igor Julião (Reginaldo), Sueliton, Leonardo Luiz e Marcílio (Jussandro); Fábio Bahia, Dedé, Neto Coruja e Edno; Fabinho Alves (Bismark) e Kayke 
Técnico: Gilmar Dal Pozzo
NÁUTICO: Julio Cesar; Guilherme (Flávio), Diego, Fabiano Eller e Gastón Filgueira; João Ananias, Marino, Willian Magrão (Fillipe Soutto) e Pedro Carmona (Renato); Hiltinho e Douglas 
Técnico: Lisca
Fonte/TribunadoNorte

Ídolo, eterno

- A história de títulos foi construída à base de muita disposição e com jogadores que foram alçados a condição de craques e ídolos da Frasqueira. O maior de todos foi Alberi, craque da camisa 10 na década de 70. Para se ter ideia da importância do jogador para o futebol do Rio Grande do Norte, ele é, até os dias atuais, o único atleta que jogou por aqui a conquistar uma bola de prata (prêmio as melhores da temporada), quando vestia a camisa do ABC, na temporada de 1972. Arquivo TN Alberi, um dos maiores da história do Alvinegro recebeu o prêmio a “Bola de Prata” como o melhor do País em sua posição, em 72Alberi, um dos maiores da história do Alvinegro recebeu o prêmio a “Bola de Prata” como o melhor do País em sua posição, em 72 “O ABC faz parte da minha família. Vem de Recife para Natal, para tentar mostrar meu futebol, já que não estava tendo espaço no Santa Cruz/PE. E foi aqui que achei a minha felicidade, na cidade e no ABC. Marcou a minha vida e carreira, porque consegui me destacar, conquistar títulos e até hoje sou reconhecido pelos torcedores quando apareço. Me adaptei muito bem ao clube. Quando fazemos um bom trabalho e parte da história de um clube, o torcedor não esquece. Dizem que o brasileiro tem a memória fraca, mas isso não existe, porque se lembram de mim até hoje”, afirma Alberi. Mas, não só de Alberi foi feita a história de ídolos abecedistas. O primeiro foi Jorginho, ainda nos anos 50/60. Depois, mesmo com pouco tempo no clube, marcou seu nome. O lateral esquerdo Marinho Chagas, que também recebeu a bola de prata em 72 (já defendendo o Botafogo/RJ) e disputou a Copa do Mundo de 74, pelo Brasil. Outros nomes também estão eternizados na mente dos torcedores: Noé Soares e Noé Silva, Jorge Demolidor, Odilon, Hélio Show, além de Danilo Menezes, uruguaio que fez sucesso em Natal e, mais recentemente, Sérgio Alves, Ivan e Wallyson, último grande ídolo alvinegro. saiba mais ◾100 anos de paixão e vitórias ◾Arquitetos da história ◾No rádio e na internet “Para mim foi uma satisfação muito grande vestir a camisa do ABC por cinco temporadas, conquistando quatro títulos e sendo artilheiro em todas as competições que disputei por esse clube. Fazer parte da história abecedista, nesse centenário, é uma honra. Infelizmente, tive que parar de jogar profissionalmente, mas queria poder estar vestindo a camisa do ABC. Torço para que o clube seja feliz, conquiste títulos, que ele chegue a primeira divisão do Brasileiro. Ele estando bem, eu fico feliz. Quando perde, fico triste. Tenho muito carinho e respeito e sempre vou torcer pelo ABC”, Sérgio Alves. Outro ídolo do clube, Danilo Menezes, não só fez uma dupla implacável com Alberi, como adotou Natal como sua cidade. Ele, que nasceu no Uruguai, veio do Vasco da Gama, aos 28 anos, para entrar na história do clube, como um dos maiores meias que já vestiram a camisa abecedista nestes 100 anos de história. “Fico lisonjeado pela torcida ter esse carinho comigo. Desde a época que cheguei a Natal e que hoje torço pelo ABC, passaram grandes jogadores e eu faço parte disso. Tivemos grandes atletas, como Capitão Edson, Alberi, Maranhão, Reinaldo... todos grandes jogadores. Eles faziam pelo ABC, o que hoje, muitos atletas não fazem. Sou grato ao ABC, e a essa torcida. Tudo que um homem pode querer na vida, foi realizado aqui em Natal, tive meus filhos, fui campeão e entrei para a história do clube”, agradece Danilo Menezes. Quase 100 dias que marcaram por 100 Uma das maiores passagens desses 100 anos do ABC, aconteceu em 1973. O clube foi convidado para fazer uma excursão pela Europa, Ásia e África, na viagem mais duradoura, até hoje, de um clube de futebol fora do país. Foram quase 100 dias, entre agosto e dezembro daquele ano, jogando em campos nunca antes explorados, que rendeu mais uma marcar expressiva para o clube: a maior invencibilidade de um time brasileiro contra uma equipe estrangeira. Ao todo, são 14 partidas sem saber o que é derrota. “Fomos representando a CBD (antiga CBF) e tudo que foi prometido, o empresário pagou. A excursão em si, foi muito boa. Não tivemos problemas nenhum, só uma pequena confusão entre Alberi e Prudêncio (Sobrinho, diretor do ABC), mas, coisa de viagem mesmo. Lógico que a saudade atrapalhava um pouco, gente chorava. Agora, o mais importante foi o fortalecimento da nossa amizade entre os jogadores, porque ficamos muito tempo longe das nossas casas, das nossas famílias e só tínhamos uns aos outros para conversar”, relembra Danilo Menezes. O ABC esteve na Turquia, Grécia, Romênia, Iugoslávia, Líbano, Etiópia, Somália, Uganda e Tanzânia. Na Somália o ABC venceu a equipe local Kifnave por 4x0. O detalhe era que o campo, de areia, tinha que ser aguado constantemente durante a partida, para a bola poder rolar mais facilmente. Na Grécia, o Alvinegro acabou sendo derrotado pelo Panathinaikos por 2x0 e o detalhe da partida foi de que os dois gols do jogo foram marcados pelo atacante Pruska, que era brasileiro. Para o eterno camisa 10 do ABC, Alberi, a excursão para o outro lado do oceano Atlântico, foi um verdadeiro presente antecipado para os jogadores, que puderam conhecer outras culturas, outros povos e outros campos de futebol. “Somos o único clube do Brasil que passou quase três meses jogando na Europa, Ásia e África. Tivemos a oportunidade de conhecer outros países. A Romênia é um país muito lindo, tranquilo. Foi uma viagem boa para todo mundo, tipo um presente de fim de ano. É difícil conhecer o que conhecemos. Fomos muito bem recebidos em todos os países. Isso nos deixou orgulhosos em fazer aquela viagem de ouro que fizemos. Ali, vimos que nossa amizade era maior do que qualquer outra coisa. Todo mundo se ajudando, disposto a fazer a diferença longe de Natal”, finalizou Alberi.
Fonte/TribunadoNorte